Análise ao Feirense por um adepto



Joga-se hoje a 2ª jornada da Liga Zon Sagres e o Benfica tem obrigatoriamente que ganhar, depois do desaire em Barcelos na jornada passada. Esta semana temos um adepto do Feirense, para nos dar a conhecer o adversário do Benfica para esta noite.


"SLB vs CDF é um jogo sem grande história, os da Luz são claramente favoritos, mas de Santa Maria da Feira partirá uma equipa motivada pelo empate arrancado a um Nacional europeu que, dispôs de sensivelmente meia hora em superioridade numérica e não conseguiu assaltar o castelo do guardião Paulo Lopes.

Se formos analisar estes dois conjuntos pelo que fizeram na primeira jornada, o Feirense deverá apresentar-se no Estádio da Luz com um sistema de contra-ataque, dando o controlo de jogo ao Benfica de Aimar, que terá de encontrar inspiração e recursos para desfeitear o Feirense de Paulo Lopes. Assim refiro as duas principais figuras de ambos os conjuntos do primeiro jogo.
Levantamos aqui uma questão retórica: Será que o SLB aprendeu a lição e não se deixará surpreender novamente por um recém-promovido que volta a conviver com os grandes do futebol português?!

Ainda podemos lançar mais dados, pois o Benfica aparecerá de orgulho ferido após um tropeço na primeira jornada, e, mesmo que o embate europeu tenha deixado marcas físicas, o resultado não foi de todo negativo. Já o Feirense, após uma pré-época que não apresentou resultados, empatar com o Clube Desportivo Nacional no início do campeonato e com 10 unidades é bastante motivador e empolgante.

Todos sabem do poderio do conjunto encarnado, recheado de individualidades de classe mundial. Desconhecidos e novos são os jogadores feirenses na sua maioria, procuram mostrar serviço e alguns relançar a carreira em Portugal.

De Paulo Lopes a Ludovic, temos aqui extremos que se tocam. O primeiro tem créditos firmados e o último é a irreverência e a marca da juventude, assim como do trabalho que se tem desenvolvido na formação de Santa Maria da Feira.
Esperança será a palavra que os fogaceiros levarão para dentro de campo, motivação não será difícil de ter, porque só por si, o nome Benfica é capaz de elevar os jogadores a terem energia extra.

Paulo Lopes (guarda-redes), Luciano, Varela, Pedro Queirós, Serginho deverão formar a defensiva Feirense, serão os mesmos que mantiveram o templo fechado a sete chaves. Paulo Lopes todos conhecem, tem passado no futebol, Serginho teve uma ascensão relâmpago em dois anos. O pequeno defesa esquerdo subiu a pulso desde a segunda divisão b até à Zon Sagres, juntamente com o técnico fogaceiro. Pedro Queirós, tem passado primo divisionário, excepção dos quatro que compõem o quarteto defensivo e ocupará o lado direito da defesa. Luciano e Varela são dois centrais muito fortes fisicamente, Luciano é a alma feirense, disputa todos os lances como se fosse o último, enquanto Varela é um jogador que procura se impor e conquistar definitivamente o lugar no eixo defensivo.

Fazendo jus ao 4-3-3 da primeira jornada, o técnico feirense deverá usar o central Jefferson na posição 6, fazendo o seu meio campo ganhar nervo e mais capacidade de choque. Cris é o médio que tentará fazer de apoio a Jefferson, mas também a ligação a Diogo Cunha que foi o número 10 no último jogo. No meio campo podem haver surpresas com a inclusão de Helder Castro, Miguel Pedro ou até mesmo Siaka Bamba, recém –chegado ao plantel.

Na frente, Rabiola será o ponto de referência e a quem se pedirá que segure a bola sem que o jogo se parta, Ludovic será um dos extremos, muito irreverente, o jovem recentemente observado por Rui Jorge, tem qualidade para fazer a cabeça de qualquer em água. É bom de bola, tem muito potencial e é rápido. O lugar de Carlos Fonseca estará reservado para Diogo Rosado, um jovem jogador que prometeu, uma promessa do futebol português, o internacional das camadas jovens portuguesas, é detentor de um belo pé esquerdo.

Este será o Feirense que procurará a surpresa na Catedral. De terras de Santa Maria será levado muito orgulho, esperança, confiança e determinação, que pretenderão manter a muralha intacta explorando o contra-ataque. Ninguém espera que o Feirense se apresente a jogar olhos nos olhos com o poderoso Benfica, mas esperam-se alguns ataques à traição, que procurarão enfraquecer o adversário."

O nosso muito obrigado ao Ricardo Ramalho pela disponibilidade e pela contribuição para o blog A Luz da Catedral.

1 comentários:

Anônimo disse...

Para adepto do feirense conhece a equipa um bocado mal...

sábado, 20 de agosto de 2011 18:22:00 GMT+1

Postar um comentário